sábado, 30 de outubro de 2010

Superintendente da Emlur (PMJP) é flagrado em vídeo comprando 2 mil passagens de ônibus para eleitores

Vídeo flagrante postado pelo blogueiro Dércio Alcantara no Youtube mostra como funciona o modelo republicano da Coligação PSB/PSDB/DEM encabeçada pelo ex-prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho. No vídeo, de imagens em contraluz, o superintendente da Emlur (autarquia responsável pela limpeza urbana da PMJP), Deusdete Queiroga negocia a compra de duas mil passagens de ônibus com destino à Campina Grande e região do Cariri.
Na negociação gravada em câmera oculta e com áudio, Deusdete comenta a possibilidade de adquirir as passagens, inclusive, como doação de campanha. O portal de notícias ClickPB divulgou a transcrição do áudio (abaixo). A gravação pode ser a explicação para que Justiça Eleitoral tenha revistado a casa do superintendente da Emlur neste sábado, dia 30.




video



(INTERLOCUTOR) E AÍ, COMANDANTE? O QUE É QUE ORDENA?
(DEUSDETE QUEIROGA) E AÍ, TUDO EM PAZ?
(INTERLOCUTOR) COMIGO “TÁ” TUDO BEM. E COM VOCÊ?
(DEUSDETE) RAPAZ, A GENTE “TÁ” VENDO A QUESTÃO DE TRANSPORTE, VOCÊ TINHA ME FALADO. VOCÊ TARBALHA LÁ NA EMPRESA LÁ, NÃO?
(INTERLOCUTOR) NÃO, EU TRABALHO DIRETO COM ELE, COM WALTER (BRITO).
(DEUSDETE) É A REAL?
(INTERLOCUTOR) É A REAL!
(DEUSDETE) É SÓ CAMPINA HOJE?
(INTERLOCUTOR) NÃO, CAMPINA E CARIRI, VAI ATÉ, VAI ATÉ, É...
(DEUSDETE) MONTEIRO?
(INTERLOCUTOR) ATÉ MONTEIRO, A ÚLTIMA CIDADE É MONTEIRO.
(DEUSDETE) CARIRI PEGA ALI, SÃO JOÃO E TARARÁ E AÍ MONTEIRO NÉ?
(INTERLOCUTOR) É.
(DEUSDETE) E AÍ EU QUERIA VER O SEGUINTE, RAPAZ. A GENTE “TÁ” PENSANDO EM VER SE JÁ CONSEGUE COMPRAR UMAS PASSAGENS PARA CAMPINA E AQUELA REGIÃO DE MONTEIRO. ALI EU IRIA QUE DAVA UMA ESTIMATIVA TAMBÉM. COMO É QUE FUNCIONA LÁ? A GENTE TEM COMO COMPRAR E ENTREGAR, PORQUE, TENS UMAS EMPRESAS AÍ QUE SÓ QUEREM VENDER SE DER O NOME E CPF E TAL, MAS NO CASO DA REAL TÁ TRANQUILO?
(INTERLOCUTOR) TÁ. WALTINHO PODE ASSINAR AS PASSAGENS, ENTENDESSE? EU ACHO ATÉ QUE PODERIA SER VISTO COMO DOAÇÃO DE CAMPANHA, PODE NÃO?
(DEUSDETE) PODE. PELO MENOS UMA PARTE, A GENTE VIA COMO É QUE FAZIA. AÍ EU QUERIA VER SE VOCÊ FAZIA, UMA, UMA, DAVA UMA CONVERSADA LÁ COM ELES, E AVISAVA ISSO, PORQUE EU TAVA CONVERSANDO LÁ COM ELE, ELE IA ME AVISAR AINDA, SEI LÁ SE A GENTE PENSAR AÍ JOÃO PESSOA CAMPINA GRANDE, UMAS DUAS MIL PASSAGENS, NÉ?
(INTERLOCUTOR) JOÃO PESSOA, CAMPINA, DUAS MIL, E CARIRI? VOCÊ TERIA QUE VER E ME LIGAVA?
(DEUSDETE) FAZER UMA LEVANTADA. AÍ TE LIGO. TE LIGO ATÉ AMANHA.
(INTERLOCUTOR) PRONTO!
(DEUSDETE) AÍ A GENTE VIA COMO IA FAZER. EU VOU LHE DAR ASSIM UMAS QUANTIDADES. O CARIRI VAI ATÉ O FINAL, ACHO QUE ATÉ MONTEIRO. AÍ EU VOU, VOU TE PASSAR E VOCÊ PREPARA UM, FAZ UM LEVANTAMENTO, VÊ O QUE É QUE CONSEGUE, VER O QUE É QUE TEM DE DESCONTO E TAL, E AÍ A GENTE ESTUDA. AGORA VAMOS TER ESSE FERIADO AÍ DO DIA DOIS, ACHO QUE MUITA GENTE VAI E SÓ VAI QUERER VOLTAR POSSIVELMENTE DEPOIS DO DIA DOIS NÉ? ELA VAI COM DATA, COMO É QUE SERIA?
(INTERLOCUTOR) NÃO, ELE DÁ SEM DATA! SEM DATA!
(DEUSDETE) E A VAGA, A VAGA, TEM QUE VER QUESTÃO DA DATA ENTÃO AÍ, COMO É QUE VAI FAZER ISSO?
(INTERLOCUTOR) COMO ASSIM? É QUESTÃO DE VAGA? NÃO, MAS AÍ A EMPRESA NUM TEM MUITO ÔNIBUS?
(DEUSDETE) AÍ VAI COLOCANDO.
(INTERLOCUTOR) É, OLHA, ELE DÁ ASSIM.
(DEUSDETE) HUNRUM. ENTÃO AMANHÃ DE MANHÃ CEDO EU LHE LIGO, AÍ VOCÊ TENTA LEVANTAR O CUSTO DISSO, AÍ A GENTE CONVERSA CERTO?
(INTERLOCUTOR) PRONTO! DUAS MIL PARA...
(DEUSDETE) AMANHÃ EU MANDO ESSE LEVANTAMENTO PARA VOCÊ.
(INTERLOCUTOR) VOCÊ VAI FAZER ESSE LEVANTAMENTO E VAI TER QUE VER.
(DEUSDETE) VEJO. AÍ ANTES DE VOCÊ TRAZER, EU LHE MANDO O LEVANTAMENTO, PODE ATÉ SER QUE SEJA MAIS. MAS EU VEJO A IDEIA DE CAMPINA GRANDE E DO CARIRI.
(INTERLOCUTOR) TU “TAVA” ONTEM LÁ?
(DEUSDETE) AONDE?
(INTERLOCUTOR) LÁ NO FORROCK?
(DEUSDETE) NÃO, NÃO, FUI ONTEM NÃO!
(INTERLOCUTOR) FOI NÃO.
(DEUSDETE) FOI BOM LÁ?
(INTERLOCUTOR) MEU AMIGO, A MAGO BOTOU “PRA FUDER” LÁ, FALOU SOBRE...
(DEUSDETE) A GENTE TAVA NUMA REUNIÃO AQUI, AÍ DEMOROU.
(INTERLOCUTOR) FALOU SOBRE, SOBRE A QUESTÃO DA SEGURANÇA PÚBLICA, AÍ FALOU SOBRE ARMA, QUE A POLÍCIA APREENDE E VOLTA PARA A MÃO DOS BANDIDOS, QUE É VERDADE, PORQUE O POLICIAL PEGA, GANHA POUCO, AÍ O CARA PRENDE UMA ARMA, ELE VAI E VENDE, NÉ VERDADE?
(DEUSDETE) LÓGICO!
(INTERLOCUTOR) VENDE A PREÇO DE BANANA. AGORA OLHE, SE VOCÊ PRECISAR DE MIM PARA FAZER AQUELE TRANSPORTE DE DINHEIRO, EU ANDO ASSIM.
(DEUSDETE) ESSA PARTE DE DINHEIRO, MAIS TARDE EU VEJO. A PARTIR DE AGORA EU “TÔ” MAIS PRECOUPADO COM ESSA PARTE DE PASSAGEM E DE TRANSPORTE, MAS EU VEJO, EU VEJO VIU, SE PRECISAR EU LIGO.
(INTERLOCUTOR) SE PRECISAR DE ALGUMA COISA O “CABA” CERTO SOU EU.
(DEUSDETE) EI, “BRIGADÃO”, AMANHÃ MESMO EU TE LIGO TÁ CERTO?
(INTERLOCUTOR) BELEZA!
(DEUSDETE) AMANHÃ UMAS OITO, NOVE HORAS, PRA TE DIZER A PREVISÃO TOTAL PRA VOCÊ ME TRAZER O ORÇAMENTO. VOCÊ CONVERSA COM WALTER LÁ, VIU?
(INTERLOCUTOR) EU CONVERSO COM ELE AINDA HOJE, JÁ DOU UM TOQUE AÍ LHE DOU UMA POSIÇÃO, BELEZA?


Como o leitor pode perceber, esta é mais uma máscara que cai: o velho modo de cabalar votos parece ser a força motriz que move os girassóis para eleger seu candidato. Só para lembrar, Deudete Queiroga é homem de confiança de Ricardo Coutinho e já foi superintendente da STTrans da Prefeitura Municipal de João Pessoa, na primeira gestão do socialista Coutinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário